De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Terça-feira, 3 de Abril de 2007

Pés Assentes na Terra

H.M.

Ria de Aveiro (Murtosa)

 

 
Percorri milhares de quilómetros na Auto Estrada da Ilusão
Senti no meu rosto o calor do Sol setentrião
De tanto olhar para o sol... ceguei
Sem rumo de luz... pela noite optei
 
Saí da Auto-Estrada e deixei para trás a Ilusão
Optei pela Estrada esburacada da Atenção
Pela Vereda difícil da Verdade
E pelo Caminho estreito da Realidade
 
Amanhã terei chegado ao meu destino
Tendo percorrido todo o caminho
Não vou olhar para trás, à procura de nada
O meu espírito percorrerá outra caminhada
  
Não sei o que me espera pelo caminho
Se uma janela se abre ou uma porta se encerra
Continuarei a ter os meus sonhos de menino 
Mas caminharei com os pés assentes na terra
 
Visitante
Sinto-me:
Música: "Many Rivers to Cross"
Publicado por Visitante às 09:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De Gaivota a 4 de Abril de 2007 às 00:50
"Não vou olhar para trás, à procura de nada
O meu espírito percorrerá outra caminhada"

que encontres nessa caminhada o que procuras, sem perderes o sonho de menino!A estrada da realidade trará certamente,mais sol...mais luas ,mais estrelas...cadentes
Gaivota
De Visitante a 4 de Abril de 2007 às 09:21
... mas não aquela estrela que me iluminou tantas vezes e me deixou "pedaços de luz intermitente".

Obrigado pelo teu comentário, Gaivota


Visitante

Comentar post

GENESIS - FADING LIGHTS