De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

Uma noite de trabalho no Coliseu...

HM

 

 

A ordem veio do Director do Departamento: ´"Eh pá! É preciso ir assistir ao espectáculo do Michael Bolton no Coliseu, porque blá blá blá... (o resto são razões profissionais que não vêm ao caso).

 

Os escolhidos foram este vosso amigo e o tal colega da "faca apontada ao peito" (a história, conto-a aqui...).

 

Depois de resolvido o problema dos ingressos, pois a sala tinha a lotação oficialmente esgotada, aí fomos nós, munidos de todos os apetrechos profissionais necessários para o trabalho.

 

A primeira parte foi preenchida por um surpreendente Zé Perdigão. Dono de uma voz vibrante, este fadista comete a "heresia" de transpor para o fado canções de outros estilos.

 

Com um alinhamento onde pontificam obras como "Em Aranjuez o Teu Amor" (cantado originalmente por Amália Rodrigues), passando por "O Homem do Leme", dos Xutos & Pontapés,  e o "Bandoleiro", de Ney Matogrosso, Zé Perdigão terminou a sua actuação com uma modinha intitulada "Fui Feirar", cuja música podem ver no video que a seguir reproduzo:

 

 

 

Fiquei bastante impressionado com a capacidade vocal deste artista. Gostei muito da sua actuação.

 

Na segunda parte o "cabeça de cartaz", Michael Bolton.

 

Com um alinhamento que não trouxe grandes novidades, para além de três canções do seu último álbum, o seu espectáculo foi um desfiar dos seus êxitos, misturados com a interpretação de alguns clássicos como "Fly Me To The Moon", "You Don't Know Me", uma incursão nos blues de B.B. King com "Rock Me Baby", onde pudemos apreciar a sua técnica a tocar guitarra.

 

Dois momentos altos: "When a Man Loves a Woman", em que ele irrompeu da escuridão no meio do público (a foto que eu tirei é precisamente desse momento), que gerou uma gritaria mais própria de adolescentes do que pessoal um pouco mais ... maduro; e a homenagem a Pavarotti com o imortal  "Nessun Dorma" (video anexo, para quem queira ver) 

 

 

Foi uma noite de trabalho, mas que valeu a pena.

 

 

VIsitante

 

 

 

 

 

Sinto-me:
Música: "Back on My Feet Again"
Publicado por Visitante às 22:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De Isa a 22 de Janeiro de 2010 às 12:54
belo trabalho...
beijinhos
De jonasnuts a 28 de Janeiro de 2010 às 15:34
Este post está em destaque na Homepage do SAPO, tab "Música".

Comentar post

GENESIS - FADING LIGHTS