De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Sábado, 4 de Setembro de 2010

Noites de verão em Cascais

 

 

Olá, Visitantes

 

 

Para completar o relato deste verão (que ainda não acabou, é certo, mas também já faltou mais...), deixo-vos ficar um breve apontamento sobre umas idas às Festas do Mar, em Cascais, onde aproveitei para ver alguns dos espectáculos que estiveram programados.

 

Assim, no dia 19, primeiro dia dos festejos, tive oportunidade de assistir a uma divertida actuação da "Farra Fanfarra". Esta banda filarmónica não foi de modas e misturou-se com a multidão, onde fez a festa. Com um reportório bastante ligeiro, conquistou quem teve oportunidade de estar ali por perto. 

 

Depois, o prato principal da noite: Daniela Mercury. Uma "reprise" do concerto que deu em Beja, no dia 1 de Maio. Continua em excelente forma. Um "piscar de olho" aos portugueses, cantando os "Contentores" dos Xutos.

 

No dia 20, os Santos e Pecadores. Um espectáculo cheio de energia, com um Olavo Bilac a cantar muito bem.

 

Depois, só fui a Cascais no dia 25 (já tinha começado a trabalhar...). Os Per7ume tiveram uma actuação competente.

 

No dia seguinte, os "Ar de Rock". Este foi um espectáculo de tributo ao chamado "Rock Português", protagonizado por um colectivo que integrou vários nomes conhecidos da nossa cena musical:

-Fernando Cunha (Delfins), Flak (Rádio Macau), nas guitarras;

-Emanuel Ramalho (Radio Macau e Delfins), na bateria;

-Miguel Magic (Polo Norte), no baixo;

-João Gomes (LX 90) e Emanuel Andrade (Polo Norte), nos teclados;

-Paulo Costa (Ritual Tejo), Lara Afonso, Maria Leon e Diogo Campos (Legal Evidence) nas vozes, este último também na guitarra acústica.

 

Foi esta "Super Banda" que brindou a assistência com música de diversas proveniências (António Variações, Táxi, Delfins, GNR, Rádio Macau, Heróis do Mar, Sétima Legião, Clã, Jorge Palma, Ornatos Violeta e Rui Veloso, entre muitos outros). E fê-lo muito bem!!!

 

Foi bom, muito bom mesmo, ouvir a multidão a cantar em coro tantos êxitos da nossa música... E não tenho problemas em dizer que, de entre todos os que eu vi, este concerto foi o que eu mais gostei.

 

Mas falta falar dos convidados que actuaram: Zé Manel (ex-Fingertips)... 

 

... Miguel Gameiro (Polo Norte)...

 

Olavo Bilac (Santos e Pecadores)...

 

...e Tim (Xutos), que com os restantes encerrou a noite.

 

No dia 27, sábado, lá estava eu em Cascais... só que desta vez levei companhia...

 

Tivemos uma primeira parte com a banda "Tenis Bar", que eu já conheço há mais de vinte anos, desde o tempo dos bailaricos. Ainda hoje o Tozé, seu vocalista, mostra ser um poço de energia em palco.

 

Não quero deixar de destacar aqui um antigo "companheiro de estrada", o Beto Gomes. Tocámos juntos em duas bandas de baile. Posso dizer que, entre tantos guitarristas que eu conheci, este é o mais completo de todos (quer em técnica, quer em qualidade de som)

 

A grande atracção da noite, José Cid. Sempre igual a si próprio, ainda mantendo a banda com que o vi actuar na Ovibeja de 2009, todos excelentes músicos.

 

Trouxe dois convidados: Paula Varela Cid...

 

... e um jovem inglês chamado... ooopsss ... esqueci-me do nome do moço...  sorryyyyy

 

Um dueto de José Cid e José Perdigão - sim, o mesmo que fez a primeira parte do concerto de Michael Bolton no Coliseu. Não preciso de dizer mais nada sobre a qualidade vocal deste cantor de Guimarães...

 

...e tanto que assim foi que a minha Piquena estava deleitada a ouvi-lo...

 

Só este gajo é que estava com um ar sonolento que só visto!...

 

Finalmente, no dia 28, os "Amália Hoje". Este colectivo é integrado por Nuno Gonçalves (mentor e director do projecto) e Sónia Tavares, dos The Gift, Fernando Ribeiro, dos Moonspell, e Paulo Praça, dos Plaza.

 

Toda a gente já deve ter ouvido aquela versão moderna da "Gaivota". 

 

Tendo em conta os fins em vista (transposição para uma linguagem "pop" de fados popularizados por Amália Rodrigues), essa versão não deslustra em nada as palavras de Alexandre O'Neill e a música de Alain Oulman.

 

Mas isso é em CD.

 

Ao vivo e não obstante uma sólida base instrumental proporcionada por um grupo de músicos bastante homogéneo, vêm à superfície as abissais diferenças de estilo entre Fernando Ribeiro, Sónia Tavares e Paulo Praça (Nuno Gonçalves dedica-se aos teclados e fá-lo com muita competência). E, sinceramente, essas diferenças deixam um bocado a desejar.

 

Com o devido respeito pelos outros, ficou-me a sensação de que Sónia Tavares dava boa conta do recado cantando sozinha.

 

De qualquer modo, segundo eles próprios informaram, aquele foi o último concerto dos "Amália Hoje". É um momento que fica para a história da música portuguesa.

 

Fotos HM

 

 

E assim concluo estas "Noites de Verão em Cascais".

 

 

Tenham um bom fim de semana.

 

 

Visitante

 

 

 

Sinto-me:
Música: "A Baía de Cascais" (Delfins)
Publicado por Visitante às 16:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

GENESIS - FADING LIGHTS