De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Segunda-feira, 6 de Setembro de 2010

Memórias de um Músico de Baile - Uma História em Casal do Rei (Concelho das Caldas da Raínha)

Luis Leite

 

 

Noite de verão, arraial ao ar livre.

 

A Banda recomeçou a tocar depois de um intervalo.

 

Para chamar as pessoas à dança, começámos a tocar uma versão em “swing” lento de “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, de Engelbert Humperdink. E o pessoal lá se foi ajuntando para um pezinho de dança.

 

De repente, meia dúzia de homens vindos de diversas direcções a correr convergindo para um ponto fora do nosso alcance visual.

 

Olhámos uns para os outros com um ar resignado, pois sabíamos o que aquilo significava: havia porrada no arraial.

 

E lá continuámos a tocar o “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, de Engelbert Humperdink, para evitar que o resto do pessoal acorresse ao burburinho...

 

Entretanto, e como é usual nestas coisas, a “liga dos combatentes” ia aumentando.

 

E nós a tocar calmamente o “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, de Engelbert Humperdink sem parar...

 

A certa altura o conflito centrou-se num só ponto. Então vimos um indivíduo a exibir um olhar que julgava ser penetrante, ao mesmo tempo que esbracejava uns arremedos de exibição “karateca” para tentar intimidar quatro ou cinco populares que se dirigiam a ele.

 

E nós a tocar placidamente o “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, de Engelbert Humperdink....

 

Os quatro ou cinco populares lá manietaram o pobre “karateca” e puseram-no na ordem.

 

Então o burburinho terminou.

 

E nós pudemos dar o remate final ao “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, de Engelbert Humperdink....

 

... meia hora depois de termos iniciado o “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, de Engelbert Humperdink....

 

 

Nunca soubemos quem ou o que provocou a desordem. O que eu vos posso dizer é que 30 minutos a tocar ininterruptamente a mesma música – que, caso não se lembrem, era o “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, de Engelbert Humperdink... - renderam um pequeno bonus no nosso “cachet”, como prova de gratidão da Comissão de Festas por termos tentado minimizar, à nossa maneira, a desordem.

 

 

Visitante

 

 

Sinto-me:
Música: “QUANDO QUANDO QUANDO (TELL ME WHEN)”, Engelbert Humperdi
Publicado por Visitante às 22:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

GENESIS - FADING LIGHTS