7 comentários:
De isabel alegria a 18 de Janeiro de 2011 às 21:45
Todos sabemos que a vida é uma passagem terrena, mas  nunca estamos preparados para a partida daqueles que amamos. Para nós eles são imortais. Quantas vezes queremos que estejam ali só para nos fazer companhia e podermos olhar para eles!... A sua mãe cumpriu a missão dela na terra, e pela descrição morreu em páz. Henrique, desejo-lhe a maior força possível e mais dia menos dia e reencontro é inevitável. Até lá, páz à sua alma. Um abraço de muita amizade da Isabel e do Quim
De lina a 18 de Janeiro de 2011 às 22:06
lamento muito Henri, tantas vezes que tentás-te acalmar o meu coração com as minhas saudades pela minha...e agora estou eu aqui a dar-te um miminho.Não digo nada pq tu vais saber, mas não existe tempo para nos habituar-mos á ideia de ela não estar mais aqui !beijinhos e força!
De Tere a 22 de Janeiro de 2011 às 00:06

Desculpa Henrique não ter ainda comunicado mas apenas hoje me apercebi do que se tinha passado.
Um sentido abraço...
De MT-Teresa a 23 de Janeiro de 2011 às 17:39
 Henrique

Só agora tive conhecimento da partida da tua mãe, por este post. Lamento muito e envio-te um abraço solidário na tua dor. è horrível a partida repentina, como julgo ser o caso, de quem amamos, mas vê-los definhar dia a dia, como a minha mãe, também é insuportável. " A morte anunciada" também é terrível.

Um bejinho e força, pois sei como a amavas e lhe eras dedicado.

Aqueles que amamos ficam sempre no nosso coração.

Tua amiga Teresa
De Anónimo a 23 de Janeiro de 2011 às 18:38
Só agora li o seu post.
Um abraço sentido.
Doriis
De sonhoterumfilho a 25 de Janeiro de 2011 às 22:37
Um abraço muito sentido Henrique.
Susana
De Lourdes a 30 de Janeiro de 2011 às 23:07
Sem palavras.Tão ausente que estou não soube do falecimento de sua adorada maezinha.
Meus sinceros pesameses, e minhas oraçoes para que voce esteja bem e forte como sempre.Meu abraço caloroso e confortante.Sinto muito meu amigo.
Lourdes

Comentar post