De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Segunda-feira, 23 de Abril de 2007

Margem

HM
Rio Douro, manhã de nevoeiro
 
Sento-me na margem do lago
Olho as águas agitadas
Com um sorriso vago
 
Vejo a vida que corre por ali
As águas vão marulhando
Os peixes nadando
Sinto a alegria da chilreada
O restolhar da folhagem
Afagada pelo vento suão
 
Olho para o chão
Não
Não tenho coragem
De entrar na água gelada
 
Ainda tenho a imagem
Guardada na memória
Daquele remoínho risonho
Que tudo fez dançar à volta
Mas que depressa sorveu
O ar da minha alegria
 
Vou cirandando
Andando pela margem do lago
As águas vivas olhando
Os peixes nadando
Os pássaros chilreando
A folhagem restolhando
Embalada pelo vento suão
 
Sempre pela margem
 
 
Visitante
Sinto-me:
Música: "On Your Shore" (Enya)
tags: , ,
Publicado por Visitante às 20:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
6 comentários:
De MT-Teresa a 23 de Abril de 2007 às 22:52
Amigo

Sempre pela margem..aqui te vou lendo..com prazer

Beijinho
Teresa
De Visitante a 24 de Abril de 2007 às 09:07
Olá Amiga

Obrigado pelo teu comentário

Beijinho
Visitante
De Clara a 24 de Abril de 2007 às 18:04
Gostei muito deste teu poema......
Parabéns
Clara
De Visitante a 25 de Abril de 2007 às 12:08
Obrigado Clara

Beijinho
Visitante
De Ventania a 26 de Abril de 2007 às 21:24

É sempre da margem que se observa
a vida que à nossa frente vai passando
nunca sabemos o que ela nos reserva
na mente, sonhos se vão aninhando
imagina-se o futuro que ha-de vir
nunca se acerta por ser assim... traiçoeiro
é um crer no amanhã sem saber definir...


Visitante
O teu cantinho está muito engraçado, palavra de honra que gostei, embora não tenha ainda visitado o suficiente, posso dizer-te que é acolhedor.

Ahhhh! Os teus escritos?
pois são belos escritos sim senhor
De Visitante a 26 de Abril de 2007 às 23:14
Obrigado, Ventania, por esses magníficos versos, pelo teu comentário...

Beijinho
Visitante

Comentar post

GENESIS - FADING LIGHTS