De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

Melancolia (O Bar e o Rio)

D.R.

 

Boa tarde, Visitantes.

  

Há uns tempos atrás, fiz este "escrito rimado", inspirado numa ida à zona ribeirinha do Barreiro.

 

O título é o deste post

 

As "coisas rimadas" são as que se seguem:

 

O ar cortante e húmido fere a minha cara
Indiferente, saio do carro
Olho para a cidade na outra margem
(Se fumasse, puxava de um cigarro
só para compor um quadro
digno de uma filmagem...)
 
Cada vez mais obscuridade
O vento agita as ondas
Que quebram contra a muralha
Os pontos luminosos da cidade
São marcas redondas
De amarelo-mortalha
 
Viro as costas ao rio
Entro naquele Bar
Um arrepio...
...Recordar...
Sorrio...
Para não chorar...
 
Muito tempo          passado
Olho o espaço meio escuro
Subitamente         vazio
Viro costas e saio
Olho para o Rio
(Muito tempo        no futuro...)
 
 
Entro de novo no carro
Esqueço o cigarro
(Para quem já não fuma...
Que interessa?...)
O volante agarro
No passeio esbarro
(A minha boca espuma...
"Maçarico"! Qual é a pressa?!?)
 
Deixo para trás aquela imagem
De uma tarde na muralha
De outra tarde naquele bar
Agora é tempo de viragem
Arrumar a velha tralha
E a estrada retomar
 
... E (porque não?) noutro bar te reencontrar...

 

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Melancholy Man" (Moody Blues)
Publicado por Visitante às 18:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De FELINO a 19 de Maio de 2007 às 08:44
Olá
Bem andas-lhe a dar está muito giro o Poema e faz todo o sentido.
Sabes quando se tem uma Gata Sardente ao pé de nós e se metem com ela apesar da sua longa paciência é exactamente como eu garras de fora e ataca ser dó nem piedade.
Gostei um abraço e o teu post também está porreiro.
Abraços e um beijinho dela sim só um beijinho não abuses, sim porque ela admira-te muito.
De Visitante a 19 de Maio de 2007 às 11:52
Olá Felino

Obrigado pela visita.

Fiquei agora a saber, através da resposta "assanhada" da tua Gata Sardenta, que ela e a Espanto (olá, "Profe"...) são a mesma pessoa.

Força aos dois !!!

Um abraço para ti e um beijinho (aliás, respeitoso... E SÓ UM!!!... de cada vez ) à Espanto, com os votos de que ela consiga com que os meninos dela aprendam a gostar da música erudita.

Visitante




Comentar post

GENESIS - FADING LIGHTS