De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Segunda-feira, 5 de Março de 2007

Há horas de sorte...

Lisboa, estação de Metro de Entrecampos, 5 MAR 2007,16:50.

 

Nunca mais me esquecerei da imagem de uma mulher a ser colhida por uma composição que entrava na estação.

 

É uma imagem arrepiante, mesmo sem sabermos se houve consequências graves.

 

Ao tentar apanhar algo que lhe caiu, a mulher desequilibrou-se e tombou para a linha, no preciso momento em que o comboio chegava. 

 

Por sorte, a mulher ficou entalada entre um dos rodados e o pequeno fosso existente entre os carris. Não sei se teve ferimentos graves, mas sei que estava viva e a responder às pessoas.

Foi uma sorte.

 

Desde esse momento, não me sai da cabeça aquilo que é a ténue linha entre a vida e a morte.

 

 

Visitante

 

Sinto-me: Meditabundo
Música: "One More Time to Live" (Moody Blues)
tags: ,
Publicado por Visitante às 20:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De Alyce a 6 de Março de 2007 às 10:16
ola,uma vez ia com a minha mãe e com a minha sobrinha de 3 meses,na rua de repente virei-me para tras e só vi a menina no ar, a minha mãe no chão, atirei-me imediatamente para baixo do carro que bateu por tras a minha mãe,pois a minha sobrinha ficou com a cabeça a uns centimetros da roda do carro,ja passaram 17 anos,nunca mais esqueci.
De Visitante a 6 de Março de 2007 às 10:41
Olá Alyce

Obrigado pela tua visita.

Hoje, dia 6 MAR, li uma pequena notícia na edição online do "Correio da Manhã", onde se diz que a mulher sofreu apenas ferimentos ligeiros.

Mas nunca mais deixarei de pensar no que aconteceria se ela tivesse caído à linha numa fracção de segundo antes ou depois... seria apanhada pelas rodas da composição e, decerto, mais uma referência na necrologia ...

Mas não aconteceu assim... Felizmente para ela.

Visitante

Comentar post

GENESIS - FADING LIGHTS