De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Domingo, 11 de Março de 2007

CONTENÇÃO

Goya
Fogo Nocturno
 
Quantas vez oculto o que sofro
Enquanto faço cara alegre
e escrevo um palavreado bonito
Quantas vezes este sentimento amorfo
De quem sente que nada mais se segue
Àquilo que antes lhe era bendito
 
Quantas vezes sinto a vontade
De explodir e gritar ao mundo
Quanto amo e quanto odeio
Mas sustenho a minha ansiedade
Embora saiba que cá no fundo
Continua o fogo que eu refreio
 
Seguirei mantendo uma cara alegre
Escrevendo mais umas quantas frases
Que alegrarão muitas consciências.
Porém, quando será que o fogo emerge?
Será um fogo que tudo arrase?
Será um simples fogacho sem consequências?
 
 
 
Visitante
Sinto-me:
Música: "The Fire Still Burns" (Russ Ballard)
Publicado por Visitante às 14:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

GENESIS - FADING LIGHTS