De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

Lembram-se desta notícia?

Padre refém de reclusos
Sequestrado na cadeia

Cadeia de Pinheiro da Cruz, ontem à tarde. Unidades especiais estavam prontas para libertarem o padre Lemos pela força

Foto Pedro Galego / "Correio da Manhã"
Cadeia de Pinheiro da Cruz, ontem à tarde. Unidades especiais estavam prontas para libertarem o padre Lemos pela força.

 

 

Boa noite, Visitantes.

 

 

Penso que muitos de vocês ainda se lembram daquela história do padre sequestrado e feito refém por dois presos na cadeia de Pinheiro da Cruz.

 

Aqui fica o link para a notícia do "Correio da Manhã", só para vos auxiliar a memória.

http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=220180&idselect=9&idCanal=9&p=200

 

Ficaram, pois, a saber que o Padre Júlio Lemos é - ou era - prior na Paróquia de Melides (foi recentemente transferido para Beja).

 

Ora bem, eu acho que ele não se importará que eu conte um bocadinho de nada de algumas pequenas vivências de alguns anos atrás...

 

O Padre Júlio Lemos foi um frade dominicano. E enquanto tal, sempre se destacou por uma ou outra .... "irreverência", a qual tinha como efeito prático a aproximação dos jovens à igreja.

 

E, Visitantes, acreditem nisto: se há padre que sabe falar sobre temas religiosos aos jovens sem lhes dar "grandes secas", esse padre chama-se Júlio Lemos.

 

Foi responsável por várias iniciativas relacionadas com a malta nova, entre as quais o "Interjovens", um mega-encontro entre jovens dos quatro cantos de Portugal.

 

Quando o então Fei Júlio precisava de alguém para, por vezes, animar alguns eventos, todos de carácter religioso, recorria amiúde a um determinado"músico-de-1m80-de-altura-e-mais-de-100-kg-de-peso" (adivinhem quem  ...), que com todo o gosto colaborava com ele.

 

Foi assim que desenvolvemos uma relação de amizade, é certo que não muito próxima, mas na qual ele sabe que, se precisar da colaboração "daqui do rapaz", pode contar com a mesma...

 

Pois bem, o Júlio Lemos, devido à sua fama de ... "irreverente"... teve alguns problemas com os seus superiores na igreja, pelo que só foi ordenado sacerdote após um percurso de vários anos em que a sua paciência foi sucessivamente posta à prova.

 

Essa ordenação aconteceu em 2003, na Igreja de Santiago do Cacém. Eu estive lá, com todo o orgulho por assistir a um momento que o Júlio tão ansiosamente aguardava.

 

Mas eu digo-vos uma coisa: se há homem com estaleca e vocação para ser padre, até pelas vicissitudes que passou e por tudo o que porfiou antes de ser ordenado, esse homem chama-se Júlio Lemos.

 

Um homem pelo qual tenho uma profunda admiração.

 

Mas, como padre moderno (yah! meu!), o Júlio é um "agarrado" às novas tecnologias.

 

Como tal, tem um blog.

 

Se quiserem dar uma vista de olhos a umas poucas palavras de um tipo profundamente religioso, mas igualmente um ser humano como poucos, cliquem aqui:

 

http://juliolemos.blogs.sapo.pt/

 

... e tenham uma boa noite.

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Amar Como Jesus Amou" (José Cid)
Publicado por Visitante às 20:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

GENESIS - FADING LIGHTS