De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Luiz Pacheco (1925-2008)

"I did it my way"

(palavras conjuntas de Lucien Thibaut e Paul Anka, para a música de Claude François e Jacques Revaud, na voz de Frank Sinatra)

 

Luiz Pacheco

DR


Estendo o pé e toco com o calcanhar numa bochecha de  carne macia e morna; viro-me para o lado esquerdo, de costas para a luz do candeeiro; e bafeja-me um hálito calmo e suave; faço um gesto ao acaso no escuro e a mão, involuntária tenaz de dedos, pulso, sangue latejante, descai-me sobre um seio morno nu ou numa cabecita de bebé, com um tufo de penugem preta no cocuruto da careca, a moleirinha latejante; respiramos na  boca uns dos outros, trocamos pernas e braços, bafos suor uns com os outros, uns pelos outros, tão conchegados, tão embrulhados e enleados num mesmo calor como se as nossas veias e artérias transportassem o mesmo sangue girando, palpitassem, compassadamente, silenciosamente, duma igual vivificante seiva.

(In "Comunidade")

 

 

Nos idos da década de 90, estava eu profundamente embrenhado no meu expediente no Contencioso da SPA, vejo, súbita e fragorosamente, cair-me na secretária um sapato de senhora cor-de-rosa.

 

Surpreendido por tão insólita visão, levanto o olhar da papelada e vejo à minha frente um homem alto e seco, olhando-me com a expressão trocista de quem acabou de pregar uma partida absolutamente inesperada.

 

Devolvi-lhe o olhar e ri-me com gosto da situação.

 

Aquilo só poderia ter sido feito por uma pessoa useira e vezeira em criar e protagonizar situações insólitas.

 

Aquilo só poderia ter sido feito por Luiz Pacheco.

 

 

 

Não vou escalpelizar mais nada deste escritor. Outros o fizeram e farão durante estes dias.

 

Que continuem a fazê-lo durante muitos anos. Afinal, este homem marcou diferença através da sua marginalidade.

 

Concorde-se ou não.

 

 

Até sempre, Sr. Luiz Pacheco.

Visitante

Sinto-me:
Música: "My Way" (Frank Sinatra)
Publicado por Visitante às 13:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

GENESIS - FADING LIGHTS