De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

CHOVE-2

Debaixo de chuva

Manhã de chuva (qual chuv...

...

Cinza

CHOVE

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Domingo, 14 de Dezembro de 2008

CHOVE-2

HM

Guincho, 13 DEZ 2008

 

 

Conduzo o meu carro sem rumo certo

Os olhos na estrada

A cabeça não sei onde

Na minha alma, outrora um deserto,

Martelo questões sobre questões

Que a vida, ela própria, responde

 

 

Chove copiosamente,

Distorcendo as imagens da minha janela,

Recordo interiormente

Outro espaço

Que ora se me revela

De tristeza e pranto

Outro tempo na memória repasso

De revolta... Enquanto...

Uma avalancha de recordações

Aflui... pedaço a pedaço...


De novo,

Páro na berma e olho o mar a bater

Bravio...

De novo,

Sinto-me pequeno perante este poder

... calafrio ....

A ondas vão e vêm

Em corropio

A espuma ergue-se em cortina

num ar húmido e frio


Retomo a estrada

Finco as mãos no volante

Fixo o olhar em frente

Resoluto, sigo adiante


Guardo a memória num canto

E sigo estrada fora

Nos lábios ponho um sorriso

Enquanto chove... lá fora...

 

 

Visitante


 

 

Sinto-me: em paz
Música: "Remember When it Rained" (Josh Groblan)
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Debaixo de chuva

DR

 

 

Hoje apetecia-me escrever algo, como que uma crónica romanceada, sobre a minha viagem que fiz esta madrugada, debaixo de chuva, entre o Porto e Lisboa.

 

Ainda pensei em começar um pomposo relato na terceira pessoa com uma frase do género "entrou no carro negro que o esperava para mais uma viagem através de uma noite tempestuosa"... mas...

 

... Mas desisti... Hoje apetece-me escrever, mas não estou para aí virado...

 

Ainda pensei em pôr aqui meia dúzia de linhas bem organizadinhas... mas a minha inspiração está um pouco caótica.

 

Talvez devido a ter visto algumas pinturas de escolas diferentes ontem à noite?... Quem sabe?...

 

Por outro lado ainda, as três horas e meia de "brasas" por que passei começam a "fazer mossa", e isso também ajuda à (des)organização mental aqui deste vosso amigo.

 

Em conclusão: isto hoje não está para grandes escritas...

 

Como tal, circunscrevo-me ao facto de, ontem à tarde, ter dado um pulinho ao Porto, onde presenciei um leilão que incluía objectos de arte, tendo saído da Invicta cerca das 00:15 e encetado uma pacata viagem numa A-1 bombardeada por uma chuva constante, com uma condução super-atenta, por causa de uns aguaceiros mais fortes que me obrigaram a aliviar BASTANTE o pezinho do acelerador, uma paragem pelo caminho para um café... e a chegada a casa cerca das 03:00, com passagem por alguns locais da noite lisboeta com transeuntes noctívagos aparentemente sóbrios.

 

Uma viagem sem história, portanto.

 

(Hmmm... Será que isto foi um escrito apenas para "encher chouriços"?...)

 

 

Visitante

 

 

Sinto-me:
Música: "Road to Nowhere" (Talking Heads)
Publicado por Visitante às 14:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

Manhã de chuva (qual chuva?...)

20050105_-_Chuva_-_Wlady

Wadly (in galeria.brfoto.com.br/showphoto.php?photo=315...)

 

 

É engraçado...

 

Com este tempo chuvoso e frio, eu teria razões para estar resmungão e mal disposto.

 

Mas não... Sinto-me sereno. Sinto-me até... bem disposto e sorridente (sim, porque, para mim existe uma diferença entre o sorriso forçado e o sorriso sentido)...

 

Acordei sem necessidade de ouvir o rugir agudo do despertador.

 

Fiz o percurso entre a minha casa e a estação do Metro - que é sempre a subir... - com um sorriso nos lábios (e sem "bofes na boca"...  É nestas alturas que prevalece a minha preparação física...)

 

O eléctrico passou por mim "cantando" na curva (uuuuuuuu!) sobre os carris, como o faz sempre em tempo de chuva (se eu estivesse mal disposto, aquilo tornar-se-ia um uivo lacinante, ferindo os meus ouvidos).

 

Aspirei o ar da manhã.

 

(Já vos disse que eu adoro as manhãs...?)

 

Dirigi-me ao Metro. Nem o facto de ir para debaixo da terra me coarctou a boa disposição.

 

Recebi dos distribuidores os 825 jornais diários gratuitos que de um momento para o outro proliferaram por esta cidade fora.

 

Enquanto viajava na habitual quarta carruagem do metro, li um dos cabeçalhos: "Mau tempo vai durar até 5ª feira"

 

(Hmmm... mas está mau tempo?... Não tinha reparado nisso!)

 

Saí do Metro na estação "do costume" e percorri o restante caminho até ao café, onde tomei o pequeno almoço e li as "gordas" dos jornais.

 

(ooops... está a chover... tenho de abrir o guarda chuva...)

 

Depois, ao virar da esquina, olhei para aquele edifício onde tenho passado os últimos 32 anos e meio da minha vida (e acrescentem-se outros cinco nos andares "velhos" onde laborei no início da minha carreira profissional). O edifício mantém-se igual e hoje nem sequer tem aquela contra-luz das manhãs soalheiras... mas eu gosto "daquilo", pronto! 

 

Ok, definitivamente, eu hoje estou mesmo bem disposto, pá!...

 

Dei os habituais bons dias à recepcionista, subi ao meu piso, sentei-me à secretária, liguei o computador... e apeteceu-me escrever esta "coisa"...

 

 (aaaaa... era suposto eu já estar a trabalhar... shhhh! )

 

 

Com chuva ou sem chuva, tenham um bom dia.

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Rain" (Madonna)
tags: , ,
Quarta-feira, 20 de Junho de 2007

...

cathedral.jpg

D.R.

 

 

Enquanto a chuva chicoteava ferozmente o telhado de zinco, provocando um ribombar próximo do trovão que ecoava por todo aquele espaço, ia trabalhando maquinalmente, com os olhos no que estava a fazer, os ouvidos naquele som cavo e os pensamentos sabe-se lá onde.

 

Enfim, como dizem os brasileiros, "deixa p'ra lá".

  

Afinal, como diz o provérbio, "dos felizes não reza a história".

 

Acrescente-se que dos fracos também não.

 

 

Visitante

 

 

Sinto-me: ... não interessa
Música: "I can't stand the rain" (Tina Turner)
Publicado por Visitante às 13:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 20 de Maio de 2007

Cinza

D.R.

 

 

Cinza

Côr húmida do dia de hoje

Triste e Chuvoso

Côr de sentimento sem sentido

Outrora de tom fogoso

Côr que foge

De um amor já perdido

Côr de terra queimada

Outrora de alegria fecunda

hoje rescaldada

Que a tristeza inunda

Cinza côr,

Côr sem côr

 

 

Visitante

 

Sinto-me: como o tempo
Música: "Ashes to Ashes" (David Bowie)
tags: , ,

GENESIS - FADING LIGHTS