De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

Luz de Prata-2

Luz de Prata

Noite de Luar (conto)

Em viagem...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Sábado, 19 de Julho de 2008

Luz de Prata-2

DR

 

 
 

Luz de prata

Distante e ausente

Como o teu brilho passou a ser diferente!

 

Teu resplendor fez-se sombra

de eclipse perfeito

A escuridão tomba

Oprimindo o meu peito

 

 

O meu mar continua de breu

Num ondular espumoso

Raivoso

 

 

Luz de prata

Ora levada

Ilumina um outro leito

Descansa noutro peito

 

 

Eu ficarei

nesta escuridão

de solidão

 

 

Visitante

 

Sinto-me:
Música: "Under the moonlight"
tags: , ,

Luz de Prata

Moonlight02.jpg 

DR 
 

 

Luz de prata
Fugidia
Brilhando até ser dia
 
Torna o mar de breu
Num manto cintilante
Que refresque a minha amante
 
Difunde o teu resplendor
Penetra a escuridão
E transforma-a em clarão
 
Luz de prata
Fugidia
Ilumina o meu leito
Descansa em meu peito
Até ser dia
 
 
Visitante
Sinto-me:
Música: "Lua de Prata" (Gal Costa
tags: , ,
Publicado por Visitante às 02:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

Noite de Luar (conto)

noite.jpg

DR

 

 

Pouco passava da meia noite quando engrenou a primeira velocidade e arrancou ligeiro.

 

Como esperava a um natural fluxo de tráfego nos primeiros quilómetros, optou por uma condução tranquila.

 

Pouco a pouco o trânsito começou a escassear.

 

Tinham decorrido trinta minutos desde que saíra do seu ponto de partida.

 

O seu olhar dividia-se entre o leito do asfalto e a paisagem circundante, que já conhecia de cor, mas que nunca se cansava de ver.

 

De repente, notou algo de pouco habitual para aquelas horas.

 

Uma luminosidade pálida banhava a paisagem, imprimindo-lhe contornos ora definidos ora fantasmagóricos.

 

Aí estava a "Luz de Prata fugidia"...

 

A Lua Cheia vingava-se assim do eclipse que lhe fôra infligido na noite anterior.

 

A recordação da "Luz de Prata Fugidia" tomou conta do seu espírito...

  

Não pôde deixar de sorrir para si próprio, ao mesmo tempo que fincava as mãos no volante e pressionava o acelerador.

 

A vertigem da velocidade fê-lo rir, as suas gargalhadas ecoando dentro do habitáculo como se reverberassem nos claustros de uma igreja.

 

O automóvel galgava vertiginosamente os quilómetros que o separavam do seu destino, em alta rotação.

 

Quando, extenuado e excitado, estacionou o carro à porta de sua casa, retirou a bagagem e olhou para o céu.

 

O firmamento fora encoberto por nuvens de chuva.

 

A "Luz de Prata fugidia" fôra substituída pela luz "amarelo-mortalha" dos candeeiros de iluminação pública da cidade.

 

Encolheu os ombros, abanou a cabeça sorrindo, e preparou-se para dormir umas horas.

 

Fôra, afinal, apenas mais uma noite de viagem.

 

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Blue Moon"
tags: , , ,
Segunda-feira, 2 de Julho de 2007

Em viagem...

D.R

 

 

Noite de sábado, A1, ao quilómetro "sessenta e muitos".

 

Depois de passada a zona das obras de alargamento, encostei-me à faixa direita, mantive o pé em "acariciamento-mode" sobre o acelerador e fui olhando o espectáculo nocturno à volta.

 

Era uma noite de Lua Cheia.

 

Mas o firmamento estava oculto por nuvens. Negras.

 

Da Lua, só se vislumbrava o resplendor que, teimosamente, assomava por trás de cúmulos, nimbos e quejandos.

 

Era o luar possível.

 

Mas eu gostei.

 

Tenham uma boa semana de trabalho / férias (conforme a hora, o lugar, a disposição e a condição)

 
 

Visitante

 

 

 

Sinto-me:
Música: "Dark Side Of Moon" (Pink Floyd)
Publicado por Visitante às 09:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

GENESIS - FADING LIGHTS