De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Que Horas São?

Quem vem lá???

online

Posts recentes

Era já ali adiante...

A história da ida a Beja ...

A história da ida a Beja ...

A história da ida a Beja ...

Quantos São?!?!? Quantos São?!?!

free html counters
Dell Coupons

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Sexta-feira, 14 de Maio de 2010

Era já ali adiante...

 

 

... E foi!

 

 

Olá, Visitantes.

 

O dia 1 de Maio foi destinado a uma voltinha das minhas, agora bastante mais raras (sim, pois por causa da crise, as voltinhas de trabalho - durante as quais aproveitei para tirar bastantes fotos - foram suspensas por tempo indeterminado... compreende-se...).

 

Pois bem, aqui este vosso amigo aproveitou para dar mais um passeio por parte do Baixo Alentejo.

 

Eu não me canso de dizer que adoro viajar pelo Alentejo. As suas planícies, principalmente na Primavera, quando estão verdejantes, são um autêntico repouso para o meu olhar.

 

E a limpeza que se vê nas ruas, um exemplo de civilidade para quem vive em zonas alegadamente "mais evoluídas"...

 

Como não podia deixar de ser... levei o meu "tijolo zarolho" a tiracolo.

 

E lá consegui tirar umas fotografias (por favor, não liguem ao facto de algumas estarem tortas) em...

 

 

GRÂNDOLA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

... SANTA MARGARIDA DO SADO...

 

 

 

... FERREIRA DO ALENTEJO...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

... e BEJA

 

 

 

 

 

Já dentro da OVIBEJA, um coral alentejano, bem afinado...

 

 

... um grupo de aves exóticas que fez as delícias da pequenada (e não só!)...

 

 

... dois galarós em provocações mútuas constantes, mas nunca chegando a "bicos de facto", porque tinham uma grade a separá-los...

 

 

... e um bufo real (que me trouxe à lembrança um certo vôo rasante acontecido no ano passado hehehehe).

 

 

O reencontro com a nossa querida Isa Guerreiro, mais o sê Jorgiiii (Aleluia! finalmente conheci o moço!)...

 

 

... e, a fechar a noite, o espectáculo com Daniela Mercury. Mesmo passados doze anos desde a primeira vez que a vi em Vila Nova de Famalicão, continua um portento de energia em cima do palco... Um tipo fica cansado só de olhar para ela (ufa!)

 

Fotos HM

 

 

Numa coisa destas, não podia faltar a cena caricata.

 

Perambulava eu pela Feira, enquanto fazia horas para me encontrar com a Isa e o marido, e eis que dei conta de alguém a falar ao telemóvel por trás de mim, dizendo mais ou menos isto:

 

- "Atão onde é que estás?"

- (...)

-"Ainda ná te vêjo! Olha, ê vou andando atrás de um carecááá que tá aqui. Assim que o vires, ê tou ao lado!"

 

Olhei de lado para a senhora, com um ar muito sério, fazendo com que ela se mostrasse um bocado embaraçada. Então sorri e fui seguindo o meu caminho, mas abrandando o passo para que ela me pudesse acompanhar.

 

Quando ela encontrou quem procurava, arranquei dali e soltei uma risada.

 

E pronto!, assim fiz mais uma viagem ao Alentejo de que eu gosto tanto.

 

 

Visitante

 

 

 

 

 

 

Sinto-me:
Música: Hit the Road Jack (Ray Charles)
Domingo, 10 de Maio de 2009

A história da ida a Beja (parte tudo)

 

 

(Resumo dos capítulos anteriores: Visitante Analycia CC blábláblá Beja Isa Guerreiro prima blábláblá Restaurante a Muralha blábl...BURP!! (ooops perdão!) ...blábláblá... Ovibeja... mazda... brincos... méééé... baaaah... hin hon hin hon... muuuu... sapatinhos, sapatorras e botifarras blábláblá...)

 

 

 

E aqui estamos nós para a parte final do nosso relato.

 

Estávamos onde?... ah!, já sei! Na parte do reencontro com a Isa Guerreiro.

 

Lá fomos todos em alegre procissão para o recinto onde se realizaria o espectáculo de José Cid.

 

Escutámos uma banda local de que não me lembro o nome, mas, segundo ouvi dizer, tinha-se dissolvido há uns anos atrás, reunindo-se recentemente.

 

Eu cá não quero ser preconceituoso, pois sei o quanto sou limitado como "músico"... Mas como sei o que (não) valho, não quero armar-me em "profissional" ... Por isso, é-me lícito perguntar: porque não mantiveram a dissolução?... Tenho dito!

 

E eis o grande momento da noite: o espectáculo de José Cid.

 

HM 

 

Se alguém assistiu ao espectáculo transmitido pela RTP-1 na noite passada, pôde ter uma ideia do alinhamento daquele a que nós assistimos em Beja.

 

Foi um José Cid em grande forma que esteve em cima do palco, acompanhado de um naipe de excelentes músicos, dirigidos por um experientíssimo Mike Sergeant.

 

Após algum apagamento nos últimos anos, José Cid renasceu para o grande público há cerca de um ano. A voz já não é claramente a mesma, mas isso não importa!

 

Combatendo um complexo que atingiu este país (pensar-se que um artista já sexagenário está "acabado" para música), demonstrou estar em grande forma perante uma assistência heterogénea que ia desde os cinquentões como eu até à malta nova.

 

... E todos corresponderam num coro tão forte quanto afinado a canções tão diferentes como a melancólica "Cai Neve em Nova Iorque", ou a festivaleira "Um Grande, Grande Amor", ou a autobiográfica "Música", ou ainda à mais recente "A Pouco e Pouco" (que se popularizou como "Faz-me Favas com Chouriço")... isto para não falar em canções de protesto (e José Cid escreveu algumas, nos idos dos anos 60 e 70), como a vetusta "Lenda de El-Rei D. Sebastão" e a mais mexida "Rock Rural".

 

HM

 

 

Foi uma noite fantástica.

 

Aqui do nosso lado, toda a gente se esqueceu de maleitas, tendo-se divertido imenso.

 

Depois do espectáculo, o regresso ao carro, as despedidas à Isa... e... ai! o joelho!, ui! os calcanhares!, ai! as minhas pernas!.. lá nos acondicionámos dentro do DJ e metemos rodas ao caminho.

 

Vinha eu a ouvir o ruido de fundo "blablablablablístico" mas de olhos postos no asfalto de um tranquilo IP 8, quando de repente...

 

VUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM!!!!! 

DR

 

PORRA!!!!, disse eu, dando um pulo no banco... Uma coruja atravessou a estrada em vôo à frente do carro, obrigando-me a afagar o travão (porque me veio de relance à memória um incidente havido há cerca de doze anos com um carro da SPA, que só por uma unha negra não ficou com o pára-brisas partido por causa de uma infeliz coruja ter embatido no pilar lateral...) e a respirar fundo.  Ufaaaaa!...

 

E não é que tão rapace quanto noctívaga ave fez uma gracinha semelhante quase a seguir? (se calhar era outra... )

 

Bom, o resto da viagem fez-se em história. Apenas uma paragem para reabastecimento total na A.S. de Grândola... a chegada a casa..

 

E pronto... Como diria a minha filhota quando era pequenina, "vitória, vitória, acabou-se a história".

 

 

Tenham uma boa semana

 

 

Visitante

 

 

 

Sinto-me:
Música: "Música" (José Cid)

A história da ida a Beja (parte 2)

 

 

(Resumo do capítulo anterior: Visitante Analycia CC blábláblá Beja Isa Guerreiro prima blábláblá Restaurante a Muralha blábl...BURP!! (ooops perdão!)...blábláblá...Ovibeja.)

 

Bom, agora que já estamos situados, retomemos a nossa história.

 

Chegámos ao recinto da Ovibeja.

 

Enquanto esperávamos que a Isa Guerreiro se juntasse a nós, fomos dar uma volta por ali. Pudemos assistir a uma exibição de um pequeno pelotão a cavalo da GNR... (não, não são fantasmas de outras épocas, são as alimárias que não páram quietas, que havemos nós de fazer?...)

 

HM

  

Houve alguém que "assentou arraiais" junto a um automóvel e já não queria largá-lo. (Eu até imaginei essa pessoa a chegar ao ponto de propôr que se fizesse ali mesmo um sorteio onde ela fosse a única concorrente para ganhar o prémio... que seria o carro, claro!...)

 

DR

 

Fomos aos "stands" de artesanato, onde alguém comprou um par de brincos, depois de ter torrado a paciência a um tipo que eu cá sei...

 

Mas olhem lá: isto é coisa que se pendure numas orelhas?... Uma coisa é certa, ficaram-lhe bem... Haviam de ter visto aqueles olhos enormes a brilhar da satisfação !!!

 

 

CC

 

Depois disso, fomos ver alguma bicharada...

 

Esta grande cabra...

 

HM

 

...e a sua cria

 

HM

 

Este grande bode...

 

HM

 

Este carneiro e o seu harém...

 

HM

 

Estes dois estão cá com uma dor de corno...

 

HM

 

... Este touro do tamanho de um autocarro rsss  

 

HM

 

Oh sua vaca, olhe para mim!!!

 

HM

 

... deixe lá a cria sossegada!!!

 

HM

 

... e páre de fazer olhinhos ao porco, cuidado para não se constipar!

 

HM

 

Esta burrinha é tão simpática... Eu gosto dos burros!...

 

HM

 

... olhem só para este jerico, que ternurinha!!! 

 

HM 

 

Talvez esteja a sonhar um puxar uma coisinha destas...

 

HM

 

HM

 

HM

 

Passei também pelo "stand" do SEF de Beja. Reparei neste manequim todo aperaltado... e não é que imaginei uma certa amiga minha toda elegante numa farda destas?...

 

Ainda pensei em mandar-lhe a foto... mas como essa amiga, se fica com a "mosca", não é flor que se cheire, fiquei-me pela intenção... hehehehe

 

HM

 

 

E eis que chegou a Isa Guerreiro ao pé de nós... o reencontro foi giro. Aqui ficam um "sapatinho de ballet" (para usar uma expressão da Grilinha),  uma "sapatorra" e duas "botifarras" a testemunhar o facto...

 

CC

 

... e, como não podia deixar de ser... este vosso amigo em muito boa companhia!!! Oram digam-me lá se a Isa Guerreiro não é mesmo uma Alentejanita Bonita!!!  Esta menina encanta toda a gente que a conhece.  O Jorgii delááá é mesmo um tipo com sorte!

     

AL

 

Bom... depois lerão o epílogo desta viagem a Beja...

 

(Continua)

 

 
Visitante

 

 

 

 

Sinto-me:
Música: "The Traveller"
Sábado, 9 de Maio de 2009

A história da ida a Beja (parte 1)

 

Olá, Visitantes

 

 

Era uma vez três Bloguistas que foram a Beja encontrar-se com outra Bloguista local, visitar a Ovibeja e assistir ao espectáculo de José Cid.

 

Depois regressaram a Lisboa e viveram muito felizes para sempre.

 

"End of Story".

 

...

 

Então?... Querem mais?!!!

 

... Ah, já percebi... As fotos?... Ok, é já a seguir...

 

Vamos então dividir estes meus "olhares" por algumas "secções".

 

Comecemos pela viagem. Foi um percurso tranquilo, de um sossego absoluto.Apenas um pormenor de somenos importância: o "ruído de fundo blablablablístico" provocado pela Analycia e pela CC...

 

Após uma viagem sem sobressaltos, com uma breve paragem em BERINGEL (e não "Beringela", como insistiam as minhas companheiras de viagem...), para um cafezinho e ... outras "escalas técnicas"... eis-nos chegados a Beja.

 

Primeira coisa a fazer: contactar a Isa Guerreiro. Assim se fez e logo se combinou o encontro nas Portas de Mértola para daí a um bocado.

 

Como tínhamos tempo, fomos dar uma primeira volta por alguns sítios de Beja, pois era a primeira vez que a CC visitava a capital do Baixo Alentejo.

 

Lá apontámos às Portas de Mértola, depois de ALGUÉM ter andado um pouco "aos papeis" com a localização.

 

E eis que nos encontrámos com a "Alentejanita Bonita", que vinha acompanhada de uma prima. As quatro meninas decidiram ir tomar café e eu, cavalheirescamente, aceitei acompanhá-las (que remédio, não é?...  arham!!!).

 

Escusado será dizer que a habitual pacatez daquele café foi absolutamente quebrada, não é?

 

Chegou o momento de nos separarmos por umas horas, pois a Isa tinha coisas pessoais a fazer. Para a janta, ela recomendou-nos o restaurante "A Muralha".

 

Como ainda era cedo, fomos dar uma voltinha a pé por algumas das artérias circundantes.

 

Já vos disse antes, em "posts" anteriores: eu adoro o Alentejo, apesar de ser alfacinha de gema. Consigo descobrir aqui a tranquilidade e o asseio que (infelizmente...) não encontro em Lisboa.

 

Sem mais palavras, olhem-me só estes recantos...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ora bem, eis-nos chegados ao momento da refeição e lá fomos nós jantar à "Muralha".

 

Uma particularidade: os donos deste restaurante são o Sr. José e a Carminho - sim, aquela mesma menina de sorriso encantador que acompanhou a Isa Guerreiro e a mãe a Rio Maior.

 

O Sr. José - ah sê maganão simpáticuuu!!! - e o seu empregado - é isso aí, seu chapa!!!  - foram espectaculares no atendimento.

 

E a comida?...  Ele foi torresmos de rissol e cachola frita para entrada!, ele foi umas plumas de porco preto de comer e chorar por mais!, ele foi umas enormes sobremesas!... Olhem-me bem para isto!

 

 

(Fotos HM)

 

 

Depois de tão lauto repasto, mais uma caminhada a pé, para digerirmos a comezaina...

 

Depois... a Ovibeja!

 

(Continua)

 

 

Visitante

 

 

 

 

 

Sinto-me:
Música: "Best Way to Travel" (Moody Blues)
Publicado por Visitante às 15:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

GENESIS - FADING LIGHTS