8 comentários:
De Dina a 11 de Agosto de 2008 às 11:01
Olá cá estou eu novamente no seu cantinho e desta vez quero aqui deixar o meu agradecimento ao ter feito este post pois desconhecia este caso em especial pois infelizmente há muitos mais em todo o mundo.
Já lá fui dar uma palavrinha de apoio pois eu felizmente já tenho um pestinha e é a melhor "coisa"que posso ter neste mundo...há aqueles dias que em que digo....."bolas hoje devias de ter ido para o teu pai"mas depois acontece me como a Sandra a ausência dele faz uma angustia tão grande que nem dá para descrever...
Enfim....sentimentos de amor verdadeiro!
De Visitante a 11 de Agosto de 2008 às 11:15
Olá, Dina

A minha filha, com 28 anos e casada, está na casa dela.

O meu filho, com 22 e solteirinho, vai dormindo em minha casa.

Ambos têm já a sua própria vida.

Mas eu não concebo a minha vida sem eles.

É por isso que casos como o da Susana me sensibilizam tanto.

Beijinho
Visitante

Comentar post