De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

Uma caminhada que acabou em fotografia...

Boa noite, Visitantes

 

 

Hoje decidi desobedecer às recomendações clínicas e lembrei-me de fazer uma das minhas lendárias caminhadas a pé.

 

Nada de corridas!Mas quando eu ando, ANDO!

 

Pois este vosso amigo, após sair do serviço, decidiu-se a caminhar um pouco.

 

Assim, tomei a direcção da Praça José Fontana e virei na direcção do Largo D. Estefânia.

 

Depois, comecei a descer a Rua Pascoal de Melo até à Av. Almirante Reis, onde eu pensei apanhar o metro para casa.

 

Mas as minhas pernas não obedeceram às indicações de parte do meu cérebro. A outra parte mandou-as continuar...

 

E assim continuei até à Praça do Chile, com um pequeno desvio por uma das minhas "capelas" (é assim que eu designo as lojas de instrumentos), mas não parei.

 

Comecei a subir a Rua Morais Soares, passando por entre grupos de brasileiros em grande algaraviada (e eu, divertido, pensando cá com os meus botões: "Mas estes tipos foram colonizados por portugueses ou por espanhóis? Chiça, que eles falam alto!..." ).

 

Virei para a Praça Paiva Couceiro. Ainda pensei em apanhar o autocarro 35... mas...

 

Que diabo!, a caminhada estava mesmo a saber-me bem!!!

 

E continuei pela Av. General Roçadas, até chegar a Sapadores.

 

Aí, pensei esperar pelo eléctrico 28, mas as pernas estavam desobedientes...

 

... e lá fui eu "atrás delas"...

 

Cheguei ao Largo da Graça (ocorreu-me a memória dos meus padrinhos...), e apontei na direcção do Miradouro.

 

Aí, sim, parei um bocado.

 

E saquei do meu "tijolo". A luz estava espectacular!!! 

 

Aproveitem bem, pois estas fotos foram tiradas há pouco mais de duas horas, na minha bela cidade de Lisboa!

 

A Mouraria, a zona do Martim Moniz e parte da Baixa, a partir do Miradouro da Graça.

 

Os hoteis Ritz e Meridien. iluminados; em primeiro plano a zona do Intendente, e ao fundo à direita o Parque Eduardo VII.

 

O Miradouro da Senhora do Monte, e à sua direita, a Albergaria. Ao fundo, à esquerda, o Hotel Sheraton.

Fotos HM

 

Mas eu não estava satisfeito, queria andar um pouco mais.

 

Assim, meti pernas ao caminho pela Calçada da Graça abaixo, e vim parar às Portas do Sol.

 

Lá saquei outra vez do meu tijolo...

  

A partir do Miradouro das Portas do Sol, o Convento de S. Vicente de Fora e o zimbório de Santa Engrácia; e um pouco de Alfama em primeiro plano.

 

A Igreja de Santo Estêvão, mais um pouco de Alfama... e o Tejo, com as Luzes do Montijo lá ao fundo.

Fotos HM

 

 

Eu amo esta cidade.

 

É nela que eu vivo... e, sobretudo, onde me sinto VIVO!

 

Tenho uma fortíssima ligação a este monte de casas por vezes tão maltratadas, a estas ruas estreitas...

 

 

Tenham uma boa noite

 

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Esta Lisboa Que Eu Amo"
tags: ,
Publicado por Visitante às 22:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
15 comentários:
De Margarida a 19 de Setembro de 2008 às 01:41
Volto de novo aqui, para elogiar a música...Grandes Moody Blues....Grande música....Hoje não fazes anos, mas estás de Parabéns pelas escolhas, neste teu canto muito aprazível.
(de vez em quando estragas tudo com aquelas fotos daquele sujeito alto e pançudo que aparece por aí nos teus passeios...vá lá hoje não esteve lá.......
Rsssssssss
Parabéns Amigo
Margarida
De Visitante a 19 de Setembro de 2008 às 09:26
Como já te disse uma vez, os "Moody Blues" são uma das minhas referências de juventude, por muito "kitsch" que possam ser.

E gosto particularmente desta canção, que fala de memórias, sonhos, solidão e esperança.

Bem... Desta vez eu pude tirar fotos à vontade lá nas Portas do Sol, mas primeiro tive de esperar que o gajo apanhasse o eléctrico; ele andava por ali a rondar...

Beijinho, minha Amiga/Alma Gémea
Visitante

Comentar post