De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Domingo, 14 de Dezembro de 2008

CHOVE-2

HM

Guincho, 13 DEZ 2008

 

 

Conduzo o meu carro sem rumo certo

Os olhos na estrada

A cabeça não sei onde

Na minha alma, outrora um deserto,

Martelo questões sobre questões

Que a vida, ela própria, responde

 

 

Chove copiosamente,

Distorcendo as imagens da minha janela,

Recordo interiormente

Outro espaço

Que ora se me revela

De tristeza e pranto

Outro tempo na memória repasso

De revolta... Enquanto...

Uma avalancha de recordações

Aflui... pedaço a pedaço...


De novo,

Páro na berma e olho o mar a bater

Bravio...

De novo,

Sinto-me pequeno perante este poder

... calafrio ....

A ondas vão e vêm

Em corropio

A espuma ergue-se em cortina

num ar húmido e frio


Retomo a estrada

Finco as mãos no volante

Fixo o olhar em frente

Resoluto, sigo adiante


Guardo a memória num canto

E sigo estrada fora

Nos lábios ponho um sorriso

Enquanto chove... lá fora...

 

 

Visitante


 

 

Sinto-me: em paz
Música: "Remember When it Rained" (Josh Groblan)
Publicado por Visitante às 22:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
8 comentários:
De * * Grilinha * * a 15 de Dezembro de 2008 às 02:15
Kum Kaneco estava a chover bem.

Dia 13 (Sábado) não coloquei as antenas fora de casa
De Visitante a 15 de Dezembro de 2008 às 14:02
Se estava!!!

Pela imagem no vidro do meu carro, podes ter uma ideia.

Mas eu adoro ver o mar quando ele está bravo.

Beijinho, Grilinha
Visitante

Comentar post