De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Quinta-feira, 29 de Março de 2007

Conto Místico-Erótico

D.R.

 

Chegaram àquele local ermo já noite fechada.

Tratava-se de um monumento neolítico, usado para práticas rituais.

Tomados por um desejo selvagem, as suas bocas colaram-se e as suas mãos iniciaram a redescoberta um do outro.

Subitamente, vinda do nada, uma espessa cortina de nevoeiro caiu sobre os dois amantes, como se fosse um sinal de aviso dos espíritos dos druídas para que aquele lugar não fosse profanado pelo seu amor.

Abandonaram o local e foram procurar outro sítio.

Aí fizeram amor de forma selvática, saciando os seus corpos com uma lascívia animal quase obscena, desafiando os espíritos que os atormentaram.

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Body Language" (Queen)
Publicado por Visitante às 13:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De Gaivota a 4 de Abril de 2007 às 22:14
Visitante,
Há alguns dias que não te visitava, pelo menos não tão assiduamente...chamou-me hoje a atenção este teu post.
Gostei !

Gaivota
De Visitante a 5 de Abril de 2007 às 19:07
Obrigado pelo teu comentário, Gaivota.

Eu gostaria de ter uma imaginação tão fértil que me permitisse ser uma espécie de versão portuguesa masculina de Anïs Nin...

Mas limito-me a ser um mero

Visitante

Comentar post