De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Posts recentes

De regresso...

Seguidinhas...

Andando pela "Montanha Ru...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

E o Guga?...

Uma ida à Motorclassico 2...

Uma ida à Motorclassico 2...

Voltando a pôr a escrita ...

Voltando a pôr a escrita ...

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Domingo, 11 de Março de 2007

CONTENÇÃO

Goya
Fogo Nocturno
 
Quantas vez oculto o que sofro
Enquanto faço cara alegre
e escrevo um palavreado bonito
Quantas vezes este sentimento amorfo
De quem sente que nada mais se segue
Àquilo que antes lhe era bendito
 
Quantas vezes sinto a vontade
De explodir e gritar ao mundo
Quanto amo e quanto odeio
Mas sustenho a minha ansiedade
Embora saiba que cá no fundo
Continua o fogo que eu refreio
 
Seguirei mantendo uma cara alegre
Escrevendo mais umas quantas frases
Que alegrarão muitas consciências.
Porém, quando será que o fogo emerge?
Será um fogo que tudo arrase?
Será um simples fogacho sem consequências?
 
 
 
Visitante
Sinto-me:
Música: "The Fire Still Burns" (Russ Ballard)
Publicado por Visitante às 14:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos