De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Posts recentes

Destino...

Uma viagem de comboio...

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

Destino...

 

 

 

Pois é, Visitantes...

 

Numa resposta a um comentário da Susana Pina, escrevi: "e especialmente para ti... guardado está um bocado... hehehehe".

 

Eis aqui o "bocado": uma "escapadela" à Azambuja.

 

Ora, como já vos dei a conhecer antes, eu adoro andar de comboio. Como tal, andava a prometer a mim mesmo mais uma viagem como a que fiz há uns tempos atrás. Só que desta vez, a partida seria com destino à Azambuja.

 

Para isso, aproveitei um domingo daqueles em que não há nada de especial para se fazer. 

 

Eis, pois, o cais da Estação de Santa Apolónia, com dois comboios estacionados.  

(A título de curiosidade, refiro que a alcunha das composições triplas eléctricas como a que se vê à direita é "Lili Caneças". O motivo é o seguinte: Essas composições, apesar de uns arranjos exteriores todos modernaços e uns interiores todos "fashion", mantêm o mesmo "chassis" e os mesmos motores oriundos dos idos de 1970 e 1980. Em resumo, são composições "jovens por fora, idosas por dentro"... como a Lili Caneças . E, ao que parece, a alcunha terá ficado "institucionalizada" no léxico oficial ferroviário...)

 

 

 Ok, mas avancemos para o cais onde me espera o comboio que me transportará ao destino...

 

Não se assustem com a cara de poucos amigos deste passageiro, o gajo é mesmo assim...

 

A partida, e a passagem sobre o viaduto de Xabregas (que aparece aqui noutra perspectiva...)

 

Um pouco da zona do Parque das Nações 

 

Estação do Oriente

 

Entre a Bobadela e Santa Iria de Azóia, uma zona industrial 

 

A passagem na Póvoa 

 

Em Alverca, o olhar possível sobre o Museu do Ar (tenho de o visitar, há tanto tempo que não vou lá!...). Podem ver um caça "Hurricane" do tempo da II Guerra Mundial.

 

Alhandra

 

Aproximamo-nos de Vila Franca de Xira. Eis aqui um dos antigos veleiros do Tejo (salvo erro, um "varino"), em viagem turística.

 

Um cais para barcos de recreio

 

Já em Vila Franca, este jardim é bem aprazível

 

E eis-nos chegados ao nosso destino...

 

Agora, Visitantes, eis uma série de fotos que tirei nalguns locais da Azambuja. Aqui desafio ESTA MENINA para os identificar (pois está muito calor, e eu estou cheio de moleza...  hehehe) 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este é o final do Esteiro da Azambuja. A foto foi obtida na passagem superior de peões da estação

 

Enquanto esperava o comboio de regresso... apercebi-me da aproximação de uma composição rápida.

 

Pois bem, Visitantes, querem saber o aspecto de um comboio a passar a cerca de 200 km/h? Aí está...

 

"Arte", dizem "eles"... "poluição visual", digo eu, principalmente quando se tapa a visão das janelas do comboio...

 

Aí está a "Lili Caneças" que me levará de volta a Lisboa...

 

O meu "até breve" à Azambuja

Fotos HM

 

 

Tenham uma óptima quarta-feira

 

 

Visitante

 

 

 

 

Sinto-me:
Música: "Ribatejo"
Terça-feira, 14 de Abril de 2009

Uma viagem de comboio...

 

 

 

Olá, Visitantes

 

 

Ora vejam lá do que este vosso amigo se lembrou de fazer no passado sábado: uma viagem de comboio entre o Barreiro e Setúbal.

 

Já se foram os tempos dos comboios ronceiros puxados por locomotivas "diesel" que se arrastavam linha fora debitando um valente monte de roncadores decibeis provenientes dos seus motores.

 

Hoje, o percurso é feito por unidades quádruplas eléctricas que a CP deslocou das linhas de Sintra e Azambuja para este eixo.

 

Uma coisa é certa: o tempo de viagem foi encurtado para cerca de 30 minutos.

 

Ainda estão em curso obras de modernização em várias estações entre o Barreiro, inclusive, e Pinhal Novo.

 

De qualquer modo, não quis deixar de "dar ao dedo" com o meu tijolo. E eis o resultado:

 

A estação do Barreiro - melhor dizendo, a parte da estação onde foi instalada uma linha nova e as catenárias - , com uma composição ali estacionada. A foto já é de Dezembro do ano passado, mas serve para ilustrar...

 

 

Já dentro do comboio em início de viagem, e ainda junto ao Barreiro, podemos observar o parque de material já abatido. Não é uma visão muito agradável o triste espectáculo de várias carruagens vandalizadas, exibindo janelas com vidros partidos e conspurcadas de "graffitis"...

 

 

No lado oposto, baldios...

 

 

No Lavradio, o Pavilhão do Fabril e o Estádio Alfredo da Silva, bem como a via rápida (IC21) que liga o Barreiro à A2.

 

 

Baixa da Banheira - Uma zona a precisar de requalificação...

 

 

Alhos Vedros - O contraponto...

 

 

Moita

 

 

... e um autêntico sarcófago industrial.

 

 

Penteado - A paisagem começou a mudar...

 

 

A entrada no Pinhal Novo, e a confluência com a linha do comboio que vai para Lisboa sobre a Ponte 25 de Abril.

 

 

... e a saída do Pinhal Novo, com a confluência da linha do Alentejo.

 

 
Venda do Alcaide

 

 

Palmela - O castelo

 

 

A entrada em Setúbal

 

 

Setúbal - o comboio parte com destino a Praias-Sado...

 

 

... deixando para trás uma estação em obras

 

 

Não se deixem enganar pela expressão de fastio - eu adoro viajar de comboio!

 

 

Fotos HM

 

 

Tenham uma óptima semana

 

 

Visitante

 

 

 

Sinto-me:
Música: "Downtown Train" (Rod Stewart)