De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Posts recentes

Luz de Prata-2

Luz de Prata

Noite de Luar (conto)

Em viagem...

 

 

 

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Sábado, 19 de Julho de 2008

Luz de Prata-2

DR

 

 
 

Luz de prata

Distante e ausente

Como o teu brilho passou a ser diferente!

 

Teu resplendor fez-se sombra

de eclipse perfeito

A escuridão tomba

Oprimindo o meu peito

 

 

O meu mar continua de breu

Num ondular espumoso

Raivoso

 

 

Luz de prata

Ora levada

Ilumina um outro leito

Descansa noutro peito

 

 

Eu ficarei

nesta escuridão

de solidão

 

 

Visitante

 

Sinto-me:
Música: "Under the moonlight"
tags: , ,

Luz de Prata

Moonlight02.jpg 

DR 
 

 

Luz de prata
Fugidia
Brilhando até ser dia
 
Torna o mar de breu
Num manto cintilante
Que refresque a minha amante
 
Difunde o teu resplendor
Penetra a escuridão
E transforma-a em clarão
 
Luz de prata
Fugidia
Ilumina o meu leito
Descansa em meu peito
Até ser dia
 
 
Visitante
Sinto-me:
Música: "Lua de Prata" (Gal Costa
tags: , ,
Publicado por Visitante às 02:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

Noite de Luar (conto)

noite.jpg

DR

 

 

Pouco passava da meia noite quando engrenou a primeira velocidade e arrancou ligeiro.

 

Como esperava a um natural fluxo de tráfego nos primeiros quilómetros, optou por uma condução tranquila.

 

Pouco a pouco o trânsito começou a escassear.

 

Tinham decorrido trinta minutos desde que saíra do seu ponto de partida.

 

O seu olhar dividia-se entre o leito do asfalto e a paisagem circundante, que já conhecia de cor, mas que nunca se cansava de ver.

 

De repente, notou algo de pouco habitual para aquelas horas.

 

Uma luminosidade pálida banhava a paisagem, imprimindo-lhe contornos ora definidos ora fantasmagóricos.

 

Aí estava a "Luz de Prata fugidia"...

 

A Lua Cheia vingava-se assim do eclipse que lhe fôra infligido na noite anterior.

 

A recordação da "Luz de Prata Fugidia" tomou conta do seu espírito...

  

Não pôde deixar de sorrir para si próprio, ao mesmo tempo que fincava as mãos no volante e pressionava o acelerador.

 

A vertigem da velocidade fê-lo rir, as suas gargalhadas ecoando dentro do habitáculo como se reverberassem nos claustros de uma igreja.

 

O automóvel galgava vertiginosamente os quilómetros que o separavam do seu destino, em alta rotação.

 

Quando, extenuado e excitado, estacionou o carro à porta de sua casa, retirou a bagagem e olhou para o céu.

 

O firmamento fora encoberto por nuvens de chuva.

 

A "Luz de Prata fugidia" fôra substituída pela luz "amarelo-mortalha" dos candeeiros de iluminação pública da cidade.

 

Encolheu os ombros, abanou a cabeça sorrindo, e preparou-se para dormir umas horas.

 

Fôra, afinal, apenas mais uma noite de viagem.

 

 

Visitante

Sinto-me:
Música: "Blue Moon"
tags: , , ,
Segunda-feira, 2 de Julho de 2007

Em viagem...

D.R

 

 

Noite de sábado, A1, ao quilómetro "sessenta e muitos".

 

Depois de passada a zona das obras de alargamento, encostei-me à faixa direita, mantive o pé em "acariciamento-mode" sobre o acelerador e fui olhando o espectáculo nocturno à volta.

 

Era uma noite de Lua Cheia.

 

Mas o firmamento estava oculto por nuvens. Negras.

 

Da Lua, só se vislumbrava o resplendor que, teimosamente, assomava por trás de cúmulos, nimbos e quejandos.

 

Era o luar possível.

 

Mas eu gostei.

 

Tenham uma boa semana de trabalho / férias (conforme a hora, o lugar, a disposição e a condição)

 
 

Visitante

 

 

 

Sinto-me:
Música: "Dark Side Of Moon" (Pink Floyd)
Publicado por Visitante às 09:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos