De visita, visitado, visitando...

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Posts recentes

Um dia ... ou melhor, uma...

Um dia de Bela Vista (par...

Outras Visitas

tags

todas as tags

Arquivos

subscrever feeds

Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Um dia ... ou melhor, uma noite de Bela Vista (parte 2)

 

(Continuação)

 

 

Depois de uma porfiada espera... AH OK, boa noite, que também se usa!...

 

 

Dizia eu que, depois de uma porfiada mas bem sucedida espera pelos sofás, lá fui eu mais a minha "piquena" dar uma voltinha pelo resto do recinto.

 

Após aconchegarmos o estômago (pois cá a gente não trabalha a petróleo, não é?) lá nos abancámos junto ao Palco Mundo, para assistirmos aos espectáculos da noite.

 

E, tal como nós, mais algumas centenas...

 

 

Lá nos sentámos nos nossos belos e fofos sofás... Ah que conforto!!!

 

Mas...

 

Cedo me apercebi, porém, que o meu sofá não aguentava comigo. Depressa me vi com o rabo assente no chão...

 

Bom, voltando ao espectáculo...

 

Penso que esta seria a noite "das famílias".

 

Com efeito, foi giro assistirmos à actuação de João Pedro Pais, com o seu ar de catraio simultaneamente tímido e reguila (um filho que todos nós não nos importávamos de ter, não é?)

 

 

Mais uma vez fez uso da sua portentosa voz e cativou desde logo o público ali presente (foi pena que não estivesse mais gente. Eu acho que ele merecia uma mole humana maior...). A sua entrega é contagiante.

 

 

A seguir, Leona Lewis (um ar de menina "queque" e sofisticada que não desdenharíamos ter numa filha nossa)

 

 

Sinceramente, acho que o espectáculo desta artista destoa - e muito! - num evento desta natureza.

 

Começa logo por ser protagonizado por uma cantora que a respectiva editora lançou numa tentativa (mal sucedida) de ser um "sucedâneo" de Alicia Keys. O resultado: uma imitação - para pior.

 

 

Depois... Algumas canções, por serem tão "plastificadas" em estúdio, perdem força quando tocadas ao vivo. Acaba por ser um pouco frustrante...

 

Enfim, um espectáculo que não me aqueceu nem arrefeceu...

 

E chegou o momento do cabeça de cartaz  da noite: Elton John (o "tio solteiro" que a gente não se importava de ter na família)

 

 

Este artista atravessou 40 anos da minha vida, desde o final dos anos 60 até à actualidade.

 

Pode-se gostar ou não do seu estilo extravagante, das insólitas vestimentas com que actuava, dos milhares de óculos que usava (a sua mais forte imagem de marca). Pode-se concordar ou não com as suas orientações sexuais (cá por mim, isso não me diz respeito). Até se pode ou não gostar da sua música.

 

Eu confesso que gosto. Mesmo daquelas canções mais comerciais (que normalmente são abominadas pelos críticos, por isto ou aquilo).

 

Mas Sir Elton John agora está bastante menos exuberante, quer nas roupas, quer nos óculos...

 

 

Soube-me bem estar ali, a reviver tantas canções da minha juventude, e o monumental coro que acompanhou cada uma delas. E surpreendeu-me pela positiva a enorme quantidade de malta nova que integrou o "coro" (afinal, o reconhecimento de que muitos "velhotes" ainda dão cartas no meio musical...).

 

 

Um dos pontos altos da noite, a subida para cima do piano, e...

 

 

... um salto que poderia ter tido consequências desastrosas...

 

Ainda a dedicatória a Marilyn Monroe, com "Candle In The Wind".

 

 

Gostei muito deste espectáculo. A voz de Elton John não é a mesma de há 40 ou 30 anos atrás (obviamente!), mas os seus dotes de grande pianista continuam intocáveis. Uma palavra para os músicos que o acompanham há muitos anos, principalmente o baterista Nigel Olsson (desde o princípio!...): são uma excelente banda de suporte.

 

Por fim, a curiosidade: Os reunidos Trovante (o conjunto de primos que qualquer família não se importava de ter).

 

Liderados por Luis Represas (ai a voz...), estes músicos deram uma excelente mostra de que ainda funcionam como um colectivo.

 

 

Nota-se o prazer que eles têm de estar juntos. É evidente que o projecto já se esgotou há muitos anos. Mas é agradável que eles se reunam de vez em quando, só porque gostam, só porque o público aprecia e ainda canta as suas canções, enfim... só porque sim!

 

 

E com "Timor" se concluiu o espectáculo no Palco Mundo. Foi arrepiante ouvir o pessoal a cantar isto.

 

E pronto! Foi mais um espectáculo a que eu assisti no R...

 

 

 ORA ESPEREM LÁ! Se eu acho que este era o dia das famílias, tenho de dar destaque à minha "piquena", que me acompanhou nesta maratona...

 

 

... e ao meu filhote, que também deu lá um pulinho para cavaquear um pouco com os colegas na zona de imprensa (foi pena que a filhota e o genro não pudessem ir...)

 

Fotos HM

 

 

E por aqui me fico.

 

Mas não desesperem, pois tenho mais algumas coisas para vos mostrar. É que tenho posto o meu cinema em dia...

 

 

Tenham uma boa noite

 

 

Visitante

 

 

Sinto-me: satisfeito
Música: "Rockin All Over the World" (Status Quo)
Domingo, 23 de Maio de 2010

Um dia de Bela Vista (parte 1)

 

Boa tarde, mais uma vez, Visitantes

 

 

O título deste "post" pode fazer-vos pensar que eu, agora que tenho "tijolo" novo, fui fotografar mais umas belas paisagens. Mas não... Ou melhor dizendo, AINDA não.

 

De facto, passei uma tarde e um bocado da noite gozando uma bela vista, isso sim!

 

Só que... a Bela Vista a que me refiro fica na zona oriental de Lisboa.

 

E como ontem me apeteceu ir até lá e um dia não são dias, peguei na minha "piquena" e fomos os dois em alegre excursão até ao...

 

 

Depois de deixarmos o "DJ" bem arrumado, eis-nos a palmilhar o acesso até ao recinto do Rock in Rio Lisboa.

 

Cumpridas as formalidades habituais (corta bilhete, analisa código de barras, "apalpanços" policiais, etc etc etc), ali estávamos nós, prontos para passar um bom bocado.

 

Não quis deixar de apreciar desde logo a magnitude do Palco Mundo, onde iriam actuar as cabeças de cartaz de ontem. Olhem-me só para isto!!! 

 

 

Um desvio ao Palco Sunset, para assistir ao espectáculo dos "Azeitonas". Gostei bastante do grupo!

 

 

Eis senão quando... começámos a ver alguns espectadores com estas coisas vermelhas nos braços...

 

 

... e a minha "piquena" disse-me "QUERO UM!".

 

Ora, vocês sabem que, nestas coisas de casais, um homem que é homem tem de ter sempre a última palavra! E eu tive-a: "Sim, filha!"

 

Lá fomos nós em demanda da "Fábrica de Sofás", patrocinada por um operador de rede móvel ...

 

 

... suportando estoicamente a fila que se estendia à nossa frente...

 

 

... e tendo a consolação de olhar para a fila que se formou atrás...

 

 

Enquanto esperávamos que a fila avançasse, divertimo-nos a assistir a jogos de "canelada" e "pontapé na atmosfera" praticados naquele pequeno espaço, patrocinado pela marca que equipa o meu Clube (o Benfica... só podia!), e o ginásio que eu frequento...

 

Na parte de fora, estava este pequeno grupo que proporcionava um bonito espectáculo de dança étnica...

 

 

... mas de repente o grupo engrossou... e era ver-se o animador de serviço com voz preocupada, dizendo que o palco não comportava tanto...

(e tinha razão! O pequeno palanque transformou-se repentinamente em "sala torta"... hehehehe)

 

 

Finalmente, conseguimos os nossos sofás! Olhem só o ar triunfante da minha "piquena" exibindo o seu! Hehehehe

 

 

Registei a pequena actuação desta trupe de palhaços, que espalhavam boa disposição por tudo quanto era sítio...

 

 

...e uma curiosa banda que usa materiais plásticos como instrumentos... e resulta!

 

Fotos HM

 

 

Depois conto como foi o resto...

 

 

(Continua)

 

 

Visitante

 

 

Música: "Let's Get Rocked" (Def Leppard)
Sinto-me:
Publicado por Visitante às 18:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos